Não se torne íntimo demais dos outros

 

 

Certa vez ouvi de uma freira que trabalhava com Dom Aloísio Lorscheider uma afirmação que me deixou impressionada. Ela disse que o cardeal Lorscheide era tão virtuoso, mas tão virtuoso que, ao contrário de outras pessoas, quanto mais se convivia com ele, mas se descobriam as virtudes do religioso.

Faz mais de seis anos que ouvi as palavras dessa freira sobre Dom Lorscheider. Ele era arcebispo de Aparecida. Ela fazia parte do grupo de freiras que o ajudavam. Depois do elogio da freira às virtudes do bispo, pensei o quanto aquela mulher devia ser virtuosa – para usar o mesmo termo usado por ela – afinal, só alguém muito virtuoso poderia ser mais sensível às virtudes do que às falha do outro. E mais: reconhecer as virtudes do outro publicamente, numa conversa casual, sem que o elogiado estivesse presente, com probabilidade muito baixa de que ele viesse a saber sobre a opinião dela sobre ele.

 

A afirmação da freira me fez lembrar também um dos aforismos de Baltasar Gracián, cujo trecho transcrevo abaixo:

 

 

“Não se tornar íntimo demais dos outros, nem permitir que se tornem de você. Perderá a superioridade que a retidão lhe proporcionou, e com ela a reputação. Os astros não roçam em nós, e conservam o esplendor. A divindade exige dignidade, e a familiaridade cria o desdém. As coisas humanas quando usadas ao máximo, são menos respeitadas, pois a comunicação revela os defeitos que a reserva ocultara (…) Familiaridade rima com vulgaridade.”

 

Baltasar Gracián (1601-1658), em A Arte da Sabedoria Mundana, Editora Best Seller, São Paulo.

 

 

Como estou longe, muito longe do virtuosismo de Dom Lorscheide nem sou evoluída a ponto de ser mais sensível às virtudes do que às falhas de meus semelhantes, é melhor não se tornar íntimo(a) demais de mim nem permitir que me torne íntima demais de você. É possível que manter certa reserva seja um requisito para as amizades longevas. Ou não?

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s