Poesia em homenagem aos namorados

Conta Lin Yutang (no livro A Importância de Viver, 1950), que a mulher de um grande pintor chinês estava quase perdendo o marido, que já pensava em tomar para si uma amante. A mulher do pintor então compôs o seguinte poema e sua poesia fez o marido mudar de idéia.

 

Há, entre nós ambos,

Demasiada emoção.

Tal é o motivo

Do que tem havido!

Toma um bocado de argila,

Molha-a, amolga-a,

E faz uma imagem minha

E uma imagem tua.

Toma-as então, rompe-as

E adiciona-lhe um pouco de água

Transforma-as de novo

em uma imagem tua

e uma imagem minha.

E então haverá na minha argila alguma coisa tua

e na tua argila alguma coisa minha.

E jamais coisa nenhuma nos há de separar.

Vivos, dormiremos na mesma cama

e, mortos, na mesma sepultura.

http://www.youtube.com/watch?v=dZn_VBgkPNY&feature=related

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s