Ratos infortunados morrem mais cedo

Continuando o post anterior sobre o livro  Rato infortunado morre mais cedo (Un unfortuned mice die earlier), do autor chinês cujo nome está em kanji, daí porque não o cito aqui.

Ratos foram distribuídos em três grupos e colocados numa caixa experimental. O primeiro grupo podia escapar dos choques que eram liberados por determinado período; o segundo grupo não recebia choque e o terceiro grupo recebia choque independente do que fizesse. Células cancerígenas foram injetadas nos ratos dos três grupos. Segundo o autor, em situação normal 50% dos ratos que receberam células cancerígenas poderiam desenvolver a doença e 50% não desenvolveriam.

Resultado: um mês depois:

Grupo em que os ratos não podiam escapar dos choques 73% morreram um mês depois da injeção de células cancerígenas.  

Grupo que não recebia choque 50% dos ratos morreram em um mês.

Grupo que aprendeu a se livrar dos choques 70% não desenvolveram a doença.

 

Em outro experimento, ratos em idade de amamentação foram distribuídos nos mesmos grupos (grupo que leva choque com a possibilidade de escape; grupo sem choque e grupo que leva choque independente do que faça). Os ratos foram submetidos ao procedimento quando mamavam. Quando se tornaram adultos passaram pelo procedimento de injeção de células cancerígenas.

Novamente a maioria dos ratos que receberam choque sem que pudessem se livrar do choque desenvolveu a doença; a maioria dos que aprenderam a se livrar do choque conseguiu sobreviver.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s