Questões sobre a falta de certos acessos

Depois de uma semana de férias, voltamos para casa e descobrimos que estávamos sem Internet. Tínhamos um pacote com a Embratel, que incluía acesso a Internet, algumas linhas de telefone e TV a cabo. O atendimento da Embratel era terrivelmente ineficiente. Resolvemos cancelar as linhas telefônicas e a empresa acabou cancelando todo o pacote. Resultado: ficamos quase duas semanas sem Internet rápida, tendo de apelar para conexão discada. Foram duas semanas difíceis. Enviar um simples e-mail era tarefa de 15 minutos. Felizmente já estamos com acesso à rede via banda larga.

E por falar em acesso, ou na falta dele, posto o poema abaixo para nossa reflexão.

TRANCAS

Nydia Bonetti

 

Pela porta

das injustiças

entram as dores.

 

Por esta mesma porta

entra a fome, a raiva

a violência, o vício.

 

Junto com eles

a morte.

 

Inútil trancá-la.

 

Invasiva

ela atravessa frestas

se espalha e se aloja

do lado de dentro

e do lado de fora.

 

Já não há trancas

que possam contê-la.

 

Ainda assim

portas trancadas.

      O medo escancarado

Um comentário sobre “Questões sobre a falta de certos acessos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s