Arte da sabedoria mundana

Os conselhos que transcrevo a seguir, de Baltasar Gracián, foram escritos há mais de 300 anos. Mesmo assim continuam atuais como nunca. Confira!

Não se tornar íntimo demais dos outros, nem permitir que se tornem de você. Perderá a superioridade que a retidão lhe proporcionou, e com ela a reputação. Os astros não roçam em nós, e conservam o esplendor. A divindade exige dignidade, e a familiaridade cria o desdém. As coisas humanas, quando usadas ao máximo, são menos respeitadas, pois a comunicação revela os defeitos que a reserva ocultara. Não se torne íntimo demais de ninguém… Familiaridade rima com vulgaridade.

***

Não ser o curinga. As coisas perfeitas sofrem abusos com facilidade. Quando todos cobiçam uma coisa, irritam-se facilmente com ela. É ruim ser bom para nada, mas pior é ser bom para tudo… Excedam-se na perfeição, mas modere-se ao mostrá-la. Quanto mais brilhante a tocha, mas ela se consome e menos dura. A fim de conquistar a verdadeira estima, faça-se raro.

***

Não competir com quem não m tem nada a perder. A luta será desigual.

***

Sem mentir, não contar toda a verdade.

***

Não se entregar à primeira impressão.

***

Não dar satisfação a quem não pediu.

***

Não desprezar um infortúnio por ser pequeno, pois eles nuncam vêem sozinhos, mas sempre em cadeia, a exemplo da felicidade. Sorte e azar geralmente são atraídos por onde já se encontram, e não há quem não fuja dos azarados e  não se agarre aos felizardos.

Conheça esses e outros aforismos na íntegra no livro Arte da Sabedoria Mundana, Baltasar Gracián, Best Seller.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s