Comportamento verbal na Web 2.0:diversidade e possibilidade de contracontrole

A seguinte apresentação foi feita numa mesa redonda da qual participaram também Ricardo Martone e Camila Silveira. Martone apresentou as diferenças entre saber que e saber como, discutidas por Guerin (1992). Camila  apresentou um modelo de uma pesquisa experimental que ela está desenvolvendo na PUC-SP sobre o controle  mídia-consumidor. Em minha apresentação procurei destacar possibildiades de contracontrole surgidas com a internet.

Apresentação na ABPMC 2009

Aqui, o resumo de minha apresentação cujo link está acima.

Desde os anos 90, pelo menos, analistas do comportamento têm realizado estudos em que utilizam como fonte relatos da mídia. Nesses estudos, em geral, os pesquisadores analisam o comportamento da mídia segundo dois pontos de vistas principais: 1) a mídia como agência de controle comportamental; 2) o papel da mídia na construção social do conhecimento. Levando-se em conta que, em sua proposta de estudo do comportamento verbal, Skinner destaca a importância de se considerar o comportamento do ouvinte para adequada compreensão do comportamento do falante e vice-versa, neste trabalho analisaram-se interações verbais em um blog jornalístico, em busca de possíveis controles mútuos entre os participantes: do jornalista sobre os leitores e vice-versa e de leitores entre si. Buscou-se verificar como os participantes do blog apresentariam um tema específico ao longo do tempo. Entre os resultados, encontraram-se indícios de influências mútuas entre os participantes do blog. E, diferente de dados da literatura da área, que relata a existência de uniformidade na forma como a mídia tradicional apresenta certas notícias, encontrou-se diversidade na forma como os participantes do blog relataram um tema-alvo. Discute-se o papel de novas tecnologias de informação e comunicação, como a Internet, para a construção social do conhecimento e para o possível contracontrole do leitor sobre a mídia. Discute-se, ainda, que, ao permitir a inclusão do consumidor no processo de produção da informação, tecnologias baseadas na Web reduzem delimitações entre as funções de produtor e consumidor de conhecimento produzido social, visto que esses personagens podem ocupar uma ou outra função quase simultaneamente, como se participassem de um típico episódio verbal vocal.

2 comentários sobre “Comportamento verbal na Web 2.0:diversidade e possibilidade de contracontrole

  1. Olá, Emilly, como vai? Obrigada pelo contato.
    Lembre-se de que você só leu o resumo da apresentação. Se você ler a dissertação (Análise de Interações Verbais em um blog jornalístico) no topo da página ou se analisar uma das figuras da apresentação em ppt, verá que houve sim diversidade nas interações verbais entre os participantes do blog. A diversidade deu-se na forma como eles apresentaram determinado tema.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s