Desafios e possibilidades para a escrita de resumos científicos

Recentemente tive de preparar uma aula sobre o preparo de resumos científicos. Preparei o seguinte esboço para a aula.  Espero que seja útil para que estiver às voltas para resumir em cerca de 300 palavras um trabalho de 100 páginas, digamos.

Cada qual é livre para dizer o que quiser, mas sob a condição de ser compreendido por aquele a quem se dirija” (Jean Cohen).

Maria de Lima Wang

Nesta aula vamos discutir o preparo do resumo como parte do processo de produção de pesquisa. Apresentaremos breve caracterização de um resumo e discutiremos alguns procedimentos para sua redação. Tomaremos por base algumas normas de publicação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e da Associação Americana de Psicologia (APA).

Resumir relatórios ou artigos científicos é um desafio importante, especialmente para jovens autores com pouca experiência em comunicar resultados de pesquisas. Para quem trabalhou arduamente em uma pesquisa, a exigência de sintetizá-la em um parágrafo de 300 palavras ou menos pode soar como se reduzisse a importância do próprio trabalho. Além disso, escrever de forma concisa é mais difícil do que de forma prolixa, como sugere Koopman (1997). Para esse autor, escrever um bom resumo exige quase o mesmo trabalho envolvido na redação das múltiplas páginas do trabalho original.

Pierson (2004) ilustra a questão ao citar um conselho que recebeu de seu orientador, Thomas Petty, sobre o desafio de sintetizar informações complexas de forma clara e concisa:

Se você quiser uma apresentação de 10 minutos, posso prepará-la em uma semana; se quiser uma apresentação de 30 minutos, posso prepará-la para amanhã; se você quiser uma apresentação de uma hora, estou pronto agora (Pierson, 2004, p.1207, citando Thomas Petty).

Embora escrever o resumo de uma pesquisa seja uma atividade complexa e crucial para o sucesso da comunicação de resultados de um estudo, normalmente autores dão pouca atenção para essa tarefa (Sousa, 2006).

Definição – A ABNT define a atividade de sintetizar um texto para a comunicação de resultados de pesquisa conforme a seguir:

“Apresentação resumida, clara e concisa do texto, destacando-se os aspectos de maior interesse e importância. Deve ser redigida de forma impessoal, não excedendo 500 palavras. O resumo deve ressaltar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do trabalho.”

Conforme a APA (2001), resumo (abstract) é um “sumário breve e compreensível do conteúdo de um artigo… denso de informações e ao mesmo tempo compreensível, bem organizado, breve… pode ser o mais importante parágrafo de um artigo” (APA, 2001, p.12).

Com o resumo atinge-se pelo menos dois objetivos, além do principal, que é comunicar, de forma sucinta, resultados de uma pesquisa: a) permite-se que leitores entrem em contato, rapidamente, com o conteúdo de um relatório ou artigo científico (ou de um projeto de pesquisa) e, com base nessas informações, decidam se é conveniente ler o trabalho original; b) possibilita-se a serviços de indexação a recuperação de informações relevantes sobre o trabalho sintetizado (APA, 2001, Fernandes, 2002).

Pierson (2004) descreve um aspecto envolvido da escrita de um resumo que pode ser visto pelo autor como mais uma vantagem da tarefa de resumir. Ao transformar um trabalho de pesquisa completo em uma breve síntese, o preparo do resumo leva o autor a refletir sobre os aspectos mais importantes da própria pesquisa. Esses aspectos podem se relacionar com o problema de pesquisa, o método, o desenho experimental, as implicações do trabalho (Pierson, 2004, p. 1206.)

Estrutura – Tipicamente, um resumo compõe-se de título; autoria(s) e afiliação; o resumo propriamente e palavras-chave. A seguir, discutiremos indicações de preparo desses itens, baseando-nos nas normas da APA (2001).

Título – Descrever em 10 ou 12 palavras, de forma acurada, o conteúdo do artigo. Deve fazer sentido por si. Em um título devem-se evitar jargões desnecessários, abreviações, palavras desnecessárias.

Autor(es) e afiliação  – Indicar nome e sobrenome do(s) autor(s) com respectivas afiliações (instituição em que a pesquisa foi realizada) e formas de contato (e-mail, telefone). Não mencionar títulos ou posição como Dr., professor, PhD.

O resumo deve ser escrito um único parágrafo e com espaçamento simples entre linhas. Normalmente deve referir-se à motivação (contexto) para a realização da pesquisa, ao problema, método, aos resultados e às conclusões.

Contexto e problema – O autor deve apresentar de forma clara e concisa o contexto do problema – por que se interessou por aquele problema – em seguida deve declarar o problema, de preferência em uma sentença.

Método – Descrever os aspectos mais importantes do procedimento empregado para resolver o problema de pesquisa. O autor relata como conduziu o estudo: descreve os procedimentos que adotou para resolver o problema de pesquisa.

Resultados – Relatar os dados mais importantes dos resultados.

Conclusões – Relatar implicações dos resultados para a área de pesquisa.

Palavras-chave – Indicar palavras ou frases que reflitam conceitos centrais da pesquisa: podem referir-se ao problema, ao método ou à área do estudo.

A seleção cuidadosa de palavras-chave busca facilitar a recuperação de pesquisas, conforme essas palavras são usadas nos sistemas de indexação. Cada palavra-chave deve ser separada por ponto (conforme a ABNT). Palavras-chave também têm a função de ajudar o editor científico a encaminhar adequadamente artigos para revisão entre pares.

Características de um bom resumo De acordo com a APA (2001), o resumo deve ser acurado, autoexplicativo, conciso e específico. Vejamos como a APA descreve essas características.

Acurado Deve refletir corretamente o propósito e o conteúdo de um manuscrito. Não se deve incluir em um resumo informações que não apareçam no corpo do texto.

Autoexplicativo – O resumo de uma pesquisa ou artigo deve ser completo, bastar por si.  Deve-se evitar remeter o leitor para o corpo do trabalho (com expressões vide tal seção, por exemplo) assim como fazer citações. Devem-se definir abreviações, acrônimos, termos com significado especial, nome de testes e de drogas. Se forem citados trabalhos anteriores, deve-se mencionar nome e sobrenome dos autores com a data de publicação.

Conciso e especifico – Cada sentença deve ser informativa, afirmativa e sucinta, sem incluir palavras ou frases desnecessárias. Deve-se iniciar a sentença pela informação mais importante (pode ser o propósito ou a tese, um aspecto dos resultados ou das conclusões).

Entre as diretrizes da APA (2001) para a escrita de um resumo acurado, autoexplicativo, conciso e específico incluem-se:

  • Usar algarismos para números, exceto se iniciar uma sentença com número (o que se deve evitar).
  • Dar preferência à voz ativa (sem o pronome pessoal eu ou nós).
  • Informar em vez de avaliar – não incluir comentários ou opinião sobre o conteúdo do trabalho. O autor deve limitar-se a descrever o trabalho realizado ou a ser realizado.
  • Apresentar claramente e de forma breve o propósito do trabalho. Ser cauteloso com o uso de adjetivos e de advérbios.
  • Preferir o tempo presente para descrever resultados e discussão e tempo passado para descrever a manipulação de variáveis ou aplicação de testes. Adotar a 3ª pessoa em vez da 1ª do discurso (APA).
  • Evitar sentenças e frases desnecessárias, que não contenham informações.

De acordo com o Manual da APA (2001, p.14), em um resumo devem-se destacar certas informações conforme o tipo de pesquisa (experimental, de revisão, histórico-conceitual).

O resumo de um relatório de pesquisa empírica deve conter:

  • O problema investigado em uma sentença, se possível.
  • Os participantes ou sujeitos, especificando-se número, idade, sexo, gênero, espécie.
  • Método (incluindo equipamentos, procedimento de coleta de dados, nome completo de testes, nomes genéricos completos e dosagem de qualquer droga).
  • Descobertas, conclusões, aplicações e implicações.

Resumo de um trabalho de revisão ou artigo teórico deve conter:

  • A classe geral de método empregado, proposto ou discutido.
  • Características essenciais do método proposto.
  • A abrangência de aplicação do método proposto.

Resumo sobre um estudo de caso deve conter:

  • O sujeito e características relevantes do indivíduo ou da organização em estudo.
  • A natureza ou solução de um problema ilustrado pelo caso.
  • Questões levantadas (teóricas ou para pesquisas adicionais).

Limite de palavras para um resumo

A ABNT indica os seguintes critérios:

Entre 150 a 500 palavras (resumos de monografia, teses e de dissertações); entre 100 a 250 palavras (artigo científico); entre 50 a 100 palavras resumos para indicações breves.

Segundo a APA (2001), o resumo de um artigo não deve ter mais de 120 palavras.

Como escrever um resumo em quatro sentenças – Fernandes (1997) propõe uma fórmula para escrever resumo em quatro sentenças. Na primeira sentença, declara-se o problema de pesquisa. Na segunda, relata-se por que aquele é um problema. Na terceira sentença descreve-se a essência da solução ou da contribuição do autor para o problema a que se propôs a resolver. A quarta sentença é continuação da terceira declaração. O autor ilustra o método com o seguinte exemplo.

Frase 1:   “A taxa de rejeição de artigos do OOPSL (Object Oriented Programming Systems Languages)  está próxima de 90% ® Esse é o problema.

Frase 2:   A maioria dos artigos não são rejeitados por falta de boas ideias, mas porque estão mal estruturados ®  por que aquilo é um problema (esclarece a hipótese do autor sobre o problema).

Frase 3:   Seguindo quatro passos simples ao escrever um artigo irá aumentar dramaticamente a sua chance de aceitação  ® como resolver o problema (frase para capturar o leitor).

Frase 4:   Se cada autor seguisse esses passos, a quantidade de comunicações na comunidade de “orientação a objetos” aumentaria, melhorando a taxa de progresso do campo e a taxa de aceitação do OOPSL.

Considerações finais – O foco nesta aula foi a produção de um resumo científico. Mas o que está em questão é a escrita científica em geral. Cientistas, talvez mais que qualquer profissional, precisam escrever de forma lógica, clara, concisa, porque disso também depende o avanço da ciência. E escrever com lógica, clareza, concisão é tarefa complexa, que exige dedicação do autor, como destaca Dawkins (2008).

Richard Dawkins, organizador da coletânea The Oxford Book of Modern Science Writing (Dawkins, 2008) afirma que muitos dos melhores cientistas dedicam-se tanto às palavras quanto às equações que resolvem e aos experimentos que planejam. No entanto, segundo Barras (1978), muitos cientistas não receberam treinamento adequado sobre como escrever. Barras considera uma ironia ensinar cientistas e engenheiros a utilizarem instrumentos e técnicas, muitas dos quais nem usarão, e não os ensinar escrever. “Escrever é o que eles precisarão fazer todos os dias – como estudantes, como administradores, como executivos, como cientistas e engenheiros”. (Barrass, 1978, p.4)

Mas se alguém não foi ensinado explicitamente a como escrever, há muita literatura que busca ensinar como escrever. Mas a habilidade de escrita depende de o autor escrever, repetidas vezes, e sempre em busca de aperfeiçoar o próprio estilo.

No caso da redação de resumos, Fernandes (2002) propõe um caminho possível: a) escrever repetidas vezes e pedir que um colega revise o manuscrito; b) tornar-se revisor de manuscritos de outras pessoas. Que dizer: apenas ouvir apresentações como esta não vai mudar a produtividade ou a fluência de ninguém como escritor. Viu-se que a habilidade de escrever, especialmente escrever de forma sucinta, como exigida na produção de um resumo, depende da exposição do autor, repetidas vezes, a tarefas de escrita. Escrever um bom resumo é trabalhoso, mas é um esforço que será recompensado com mais visibilidade para a pesquisa sintetizada, o que, por sua vez, é essencial para o progresso da ciência.

Roteiro de atividade

O aluno deverá levar para a aula o resumo de um trabalho de própria autoria (se não tiver  texto próprio, levar resumo de outro autor).

1.   Em sala de aula, os alunos devem trocar resumos entre si, de forma que cada um tenha um resumo para ler e comentar.

2. Ao comentar o texto do colega, buscar identificar: a) informações sobre o contexto da pesquisa; b) problema de pesquisa; c) informações sobre o método; d) informações sobre resultados e discussões.

3. Comentar o resumo do colega tendo em vista a) critérios de clareza e concisão; b) limite de palavras indicado para esse tipo de comunicação.

4.   A dupla de alunos (autor e revisor) deve reescrever o resumo (se for preciso) incluindo informações que julgue necessárias ou retirando informações desnecessárias.

5. Discutir com a classe mudanças propostas para o resumo comentado na atividade entre pares.

 

Referências:

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 6028: Informações e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

Barras, R. (1978). Os cientistas precisam escrever: guia de redação para cientistas, engenheiros e estudantes. São Paulo: Edusp

Dawkins, R. (2008). The Oxford Book of Modern Science Writing. NY: Oxford University Press.

Fernandes, T. C. (2002). Dicas para escrever artigos Científicos. Palestra apresentada dia 27 de Agosto de 2002 no Departamento de Informática e Estatística da UFSC.  Disponível em: http://rvianalima.blogspot.com/2010/09/dicas-para-escrever-artigos-cientificos.html (recuperado dia 10/05/2011)

Koopman, P. (1997). How to Write an Abstract. Carnegie Mellon University. Disponível em: http://www.ece.cmu.edu/~koopman/essays/abstract.html (recuperado dia 08/05/2011).

Pierson, D.J. (2004).How to write an abstract that will be accepted for presentation at national meeting. Respir Care. 49(10), 1206-12.

Publication manual of the. (2001). American Psychological Association. (5th ed.). Washington, DC.

SOUSA, V. D. (2006). Como escrever o resumo de um artigo para publicação. Acta paulista de enfermagem. [online]. vol.19, n.3, pp. 5-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-21002006000300001&script=sci_arttext (recuperado dia 08/05/2011)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s